RECANTO E ITAPOÃ RECEBERÃO EM 2018 MAIS PARA O ESPORTE OLÍMPICO E PARALÍMPICO
swimming-pool-1229130_1920

O deputado federal Ronaldo Fonseca destinou uma emenda ao Orçamento de 2018 no valor de 1.27 mi. (um milhão duzentos e setenta mil reais) para o Programa Centros Olímpicos e Paralímpicos nas cidades do Recanto das Emas e Itapoã.

Para o Fonseca o esporte é um importante aliado na inclusão social e na redução dos índices de criminalidade. Oferecer uma estrutura que eleve a auto-estima do individuo e permita a formação de valores como cooperação e solidariedade, e que estimule o pensamento crítico dos nossos filhos é fundamental para uma sociedade mais justa e menos violenta, onde todos se sintam incluídos, afirmou o parlamentar.

O deputado federal Ronaldo Fonseca destinou uma emenda ao Orçamento de 2018 no valor de 1.27 mi. (um milhão duzentos e setenta mil reais) para o Programa Centros Olímpicos e Paralímpicos nas cidades do Recanto das Emas e Itapoã. Desenvolvido pela Secretaria de Esporte, Turismo e Lazer do DF sob forma de parcerias, o Programa tem como base a política de inclusão social por meio do esporte e oferece atividades sócio-recreativas, esportivas e de lazer para crianças e adolescentes, e também tem atividades para adultos, idosos e pessoas com deficiências.

As unidades tem estrutura completa com ginásio coberto; quadras polivalentes coberta e descoberta, quadra de tênis; parque aquático com duas piscinas semiolímpicas e uma infantil; pista de atletismo; campo de futebol society; playground; campo de areia e vestiários. Para o Fonseca o esporte é um importante aliado na inclusão social e na redução dos índices de criminalidade.

Oferecer uma estrutura que eleve a auto-estima do individuo e permita a formação de valores como cooperação e solidariedade, e que estimule o pensamento crítico dos nossos filhos é fundamental para uma sociedade mais justa e menos violenta, onde todos se sintam incluídos, afirmou o parlamentar. O recurso investido nos Centros Olímpico e Paralímpicos é um investimento no futuro das famílias que moram no Recanto das Emas e no Itapoã.

Os comentários estão encerrados.