COMISSÃO APROVA PROJETO DE RONALDO FONSECA NA CÂMARA
20140513_radar_taubate_flavio_pereira_1

A proposta é que sejam usados meios eletrônicos para encurtar o tempo entre a infração de trânsito e a notificação que, no sistema atual, chega a demorar meses. Essa atualização do sistema de fiscalização de trânsito, tornando a comunicação mais ágil e eficiente pode salvar vidas, uma vez que a conscientização do condutor deve diminuir as mortes por acidentes de trânsito, que atingem números alarmantes no Brasil.

A Comissão de Viação e Transportes aprovou o projeto de lei do deputado federal Ronaldo Fonseca, que determina que as infrações de trânsito sejam notificadas no menor tempo possível. A proposta é que sejam usados meios eletrônicos para encurtar o tempo entre a infração de trânsito e a notificação que, no sistema atual, chega a demorar meses. A demora em notificar o motorista infrator faz com que, em muitos casos, o condutor nem se lembre de ter cometido uma infração de trânsito quando a notificação chega à sua casa, ou seja, ele paga a multa, mas não é conscientizado. O objetivo do projeto é que a informação da autuação funcione como um sinal de alerta para que o motorista fique mais atento. O que se presume é que, ao ter ciência de que cometeu uma infração de trânsito e foi multado, o condutor fique atento para não errar de novo, até por causa da multa que pesa no bolso.

Nesse sentido, a proposta de uma comunicação eficiente entre os órgãos de transito e o condutor é educativa. Fonseca, autor do projeto, defende que o Estado invista em educação no trânsito. O Estado não pode apenas punir. É preciso educar. A redução de acidentes e de mortes no trânsito passa obrigatoriamente pela conscientização do motorista, e é isso que o projeto busca. Afirmou. Essa atualização do sistema de fiscalização de trânsito, tornando a comunicação mais ágil e eficiente pode salvar vidas, uma vez que deve diminuir as mortes por acidentes de trânsito, que atingem números alarmantes no Brasil.

Os comentários estão encerrados.